É preciso CARPE DIEMar. Então, carpediememos!


E foi assim! Duas horas perdidas! Perdeu, perdeu! Não dá para recuperar o tempo perdido.

Fiquei muito chateada porque me levantei tarde da cama apesar de ter acordado muito cedo

A nossa cachorrinha é o nosso despertador diário Enquanto a gente não acorda, ela fica chorando. Mas eu escolhi permanecer deitada com preguiça de me levantar apesar da consciência sobre a necessidade de estar de pé bem cedo para cumprir minha missão e demais atividades, pois o tempo urge e é curto.

Se na hora que eu acordei eu tivesse me levantado para cumprir as minhas tarefas, eu teria ganhado pelo menos duas horas de produção.

Então, perto da nossa cachorrinha, orei ao Senhor pedindo perdão pelo desleixo com meus compromissos diante dele e do meu trabalho pessoal.

Fui tomar o meu café da manhã e depois abri a caixa de entrada do celular para ver os e-mails e me deparei com a seguinte mensagem de Let God Be True (Provérbios Diários) baseada em Provérbios 6:11, falando sobre a preguiça, sobre acordar tarde e os males provenientes dessas ações.

Com isso, entendi que Deus ouviu a minha oração e que me perdoou, mas eu tomei diante de Deus a decisão de nunca mais me deixar levar pela preguiça porque eu não quero nenhuma pobreza espiritual tampouco material, mas quero ser rica diante de Deus, ter os meus tesouros garantidos por ele tanto os ministeriais quanto os pessoais, lembrando que a seara é grande e são poucos os ceifeiros para fazer a obra de Deus de levar a sua palavra a todos que ele quer salvar.

Caso queira conhecer o teor da mensagem que recebi, leia a seguir. O texto é grande, mas vale a pena a leitura.

“A sua pobreza é o seu futuro certo - se você encara os seus deveres com muita preguiça! A pobreza é uma força irresistível - se você gosta de dormir! Acorde! Levante! Comece a trabalhar! Agora! Mantenha a pobreza longe dos seus deveres de hoje (e possivelmente alguns do dia de amanhã), agora!

O Pregador ensinou ao seu filho a importância da diligência (Pv 6:6-11). Em primeiro lugar ele disse para considerar a formiga, que trabalha vigorosamente todo o verão para armazenar comida para o outono que se aproxima (Pv 6:6-8). Veja os comentários de Provérbios 6:6 e 6:7. E a formiga trabalha sem um professor ou dirigente, pois as formigas têm arranques automáticos! Eles não precisam ser arrancados da cama e mandados para o trabalho!

Em seguida ele zomba do sono para envergonhar o seu filho que dorme demais (Pv 6:9-11). Ele perguntou, "Ó preguiçoso, até quando ficarás deitado?" Ame este pai perfeito enquanto ele zomba da abordagem da vida que é popular no dia de hoje! "Um pouco para dormir, um pouco para tosquenejar, um pouco para encruzar os braços em repouso." Ame esse sábio sarcasmo! Você vai descobrir o que ele pensa a respeito dos botões de soneca dos nossos despertadores!

Um viajante sempre chega ao seu destino. Mesmo que a viagem dure algum tempo, ele eventualmente chega ao seu destino escolhido. Isso acontece por etapas, mas logo você está lá. Assim é também com a pobreza. Pode levar algum tempo para chegar e puxar o homem para baixo, mas certamente chegará! E ela, certamente, o puxará!

Um homem armado não teme resistir, pois ele está armado. Ele vai onde bem entende, e entrará em qualquer prédio que queira. Você não vai impedi-lo, pois ele está armado. Assim é com a pobreza. Você não pode impedir a sua chegada. Suas defesas desmoronarão diante de sua irresistível aproximação. Seus esforços para evitá-la, serão vãos. Você vai descer!

Seu preguiçoso vadio! Seu dorminhoco efeminado! Odeie a cama! Considere-a um mal necessário. Salomão afirmou, "Não ames o sono, para que não empobreças; abre os olhos e te fartarás do teu próprio pão" (Pv 20:13). Chegue cedo ao trabalho! Trabalhe depois do horário - da manhã! Quase tudo que você faz depois da hora normal de trabalho, pode ser realizado antes do início do trabalho no dia seguinte!

Você acha que você está bem? A pobreza está se aproximando a cada dia. Você vai tomar emprestado para financiar as suas necessidades? O crédito desaparece com o avanço da pobreza. Você vai pedir um aumento? Não vai conseguir tendo em vista a sua reputação. Você vai mendigar? Homens de bem vão deixar o preguiçoso morrer de fome (Pv 20:4)! Ela está chegando. Vai trabalhar!

A pobreza espiritual também é real, mas muito mais custosa do que a pobreza financeira. Se você é complacente e preguiçoso a respeito dos seus deveres espirituais, a sua pobreza para com Deus e a sabedoria será logo revelada. A hipocrisia de sua riqueza fingida desaparecerá diante das duras provações de Deus. Vá trabalhar!”

Nota explicativa sobre a expressão CARPE DIEM:

"Carpe diem" é uma expressão latina que significa colhe o dia, aproveita o momento. Foi usado pelo poeta latino Horácio (65 a. C.-8 a. C.), que na linha do epicurismo, exorta a sua amiga Leuconoe a aproveitar o presente, antes que este seja passado, pois a vida é breve, a beleza perecível e a morte uma certeza. O poeta Horácio, no Livro I de Odes, escreve: "Dum loquimur, fugerit inuida / aetas: carpe diem, quam minimum credula postero." (De inveja o tempo voa enquanto nós falamos: / trata pois de colher o dia, o dia de hoje, / que nunca o de amanhã merece confiança." – trad. David Mourão-Ferreira).

Está escrito:

“Não se preocupem com o dia de amanhã, pois o dia de amanhã cuidará das suas próprias preocupações. Para cada dia bastam os seus próprios problemas” (Mt‬ ‭6:34).

Ou seja, viva o dia de hoje, aproveite o dia de hoje, pois o futuro só Deus sabe. Aproveite o presente, o dia de hoje é o presente, e é o presente que Deus lhe dá Aproveite-o sim, com sabedoria; aproveite-o bem, como convém.



Destaque