© 2016 por Monica Campello. Escritora para a glória de Deus!

  • 10411954_685602844810247_333669641129231921_n
  • 11060882_418988858270919_2397584092961867947_n
  • 12036535_1673158749594699_5900628048313839229_n
  • 4vertical
  • palavras face
  • oie_gGxu4nef26VX
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon
  • Instagram Social Icon

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Tags
Destaque

Bons pensamentos em frases

January 17, 2017

O diabo vibra quando a gente tem medo e deixa de agir por falta de fé.

Deus não tem prazer quando recuamos em vez de fazer o que deve ser feito mediant...

1/2
Please reload

Marido&mulher, no Senhor!

Marido e mulher no Senhor

 

Para quem tem prazer em corresponder ao prazer de Deus, esta leitura não é dura, mas inteligível e pacífica.

 

Homens e mulheres “fiéis” a Deus são todos casados com o Senhor:

Fiéis porque o fiel não adultera e se não comete adultério permanece casado com Deus.

 

Deus pode perdoar uma traição se houver um verdadeiro arrependimento, um verdadeiro “voltar” e “voltar-se” para Deus. O arrependimento propicia a restauração da comunhão com Deus.

 

No casamento humano, em que marido e mulher devem se espelhar na relação de Deus com eles, o arrependimento e o perdão levam à reconciliação.

 

Jesus reforça o princípio da indissolubilidade do casamento ao citar Gênesis 2:24 em Marcos 10:8,9. — esse é o padrão para o casamento cristão. Assim, sabendo que somos falhos, mas sabendo também que somos à imagem e semelhança de Deus, sejamos estimulados pelo desejo e satisfação de agradar a Deus a conferir perdão mesmo a um adúltero contumaz quando, apesar de tudo, não manifesta vontade de se separar de seu cônjuge.

 

Disso se depreende um problema comportamental ou moral a ser tratado psicológica, emocional ou espiritualmente. Nesse último caso, o cônjuge cristão traído precisa exercitar a longanimidade, o amor e a fé para perseverar em oração constante (1 Ts 5:17) pela libertação do outro que, muitas vezes, nem sequer entende que está em erro ou pecado.

 

Portanto, o crente fiel — a Deus e ao cônjuge — que tem o discernimento moral e/ou espiritual é quem está preparado para pedir a presença de Deus, o Senhor dos Exércitos, para essa peleja.

 

“E veio um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das últimas sete pragas e falou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-ei a esposa, a mulher do Cordeiro" (Ap 21:9).


“Um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das últimas sete pragas aproximou-se e me disse: “Venha, eu mostrarei a você a noiva, a esposa do Cordeiro” (Ap 21:9).
‭‭‬ ‭

“Porque o teu Criador é o teu marido; o Senhor dos Exércitos é o seu nome; e o Santo de Israel é o teu Redentor; que é chamado o Deus de toda a terra” (Is 54:5).

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload