Não ao poço; sim à Fonte!

JESUS, A FONTE DE ÁGUAS VIVAS DIANTE DO POÇO DE JACÓ — a falta de entendimento da verdade divina (Jo 4:12,22). Quem é maior, Jacó ou Jesus? Como interpretar o Antigo Testamento considerando o Novo Testamento? Como aplicar a graça sem revogar os mandamentos divinos? Como balanceá-los mediante o equilíbrio e a razão advindos de Jesus Cristo, o Salvador desde o Gênesis até Apocalipse? Como equilibrar as Escrituras Sagradas do inicio ao fim sem distorcer seus mais santos significados? As más interpretações bíblicas prejudicam o bom andamento do serviço cristão e afastam a Igreja do Senhor do seu verdadeiro propósito, desservindo-a no afastamento de seus verdadeiros fiéis. Jesus não rejeita ninguém que ele sabe que o adora. Deus não rejeita uma mulher que vive com um homem sem ser casada, tampouco uma mulher que vive uma relação de intimidade com um homem sem ser casada. Jesus a recebe com todo seu amor e lhe dá tudo de que necessita por ora e a capacita com entendimento para consertar situações, tudo a seu tempo. Ele não a constrange a correções imediatas. Jesus não usa de imediatismos humanos que distorcem a vontade de Deus: “Tem de casar agora; se não, não pode servir a Deus e a sua igreja. É coxa, tem defeito, e por isso não pode servir a Deus na igreja; só pode ser servida. Vá ler Levítico 21:17-24 — Deus rejeita o coxo, o que tem falta. Esse pode ser servido do pão de Deus, mas não pode servi-lo”. Então, essa mulher de Deus é rejeitada e igualmente seus preciosos ministérios que o próprio Deus lhe outorgou mediante uma interpretação indevida da palavra de Deus, intencional ou não. A salvação que vem dos judeus é para todos os gentios, i.e., todos os povos que o adorarem em espírito e em verdade. E nessa salvação está inserida a bênção de Deus para o serviço cristão: Jesus não rejeitou a mulher samaritana por nenhuma de suas condições aparentemente contraditórias para o serviço no reino; ao contrário, recebeu-a já lhe oferencendo grandes bênçãos. E ela já saiu da sua presença fazendo a obra de Deus antes mesmo de se casar oficialmente com o homem que convivia com ela em sua intimidade. Jesus não a impediu de fazê-lo. Quem é o homem mortal para querer rejeitar uma serva fiel do Senhor?! Jesus não rejeita; antes, exorta ao conserto: “Vai-te, e não peques mais” (Jo 8:11). Mas alguém já viu um pai amoroso e cuidadoso de seus filhos o abandonarem à própria sorte, aos descaminhos, à tristeza profunda da rejeição? Não! Esse pai imita o Pai que jamais rejeita nem abandona um filho que o adora em espírito e em verdade. Deus conhece os seus, mas homem algum conhece o outro. Abaixo o texto-base bíblico: “Então Jesus disse: — Se você soubesse o que Deus pode dar e quem é que está lhe pedindo água, você pediria, e ele lhe daria a água da vida. — Vá chamar o seu marido e volte aqui! — ordenou Jesus. — Eu não tenho marido! — respondeu a mulher. Então Jesus disse: — Você está certa ao dizer que não tem marido, pois já teve cinco, e este que você tem agora não é, de fato, seu marido. Sim, você falou a verdade. Mas virá o tempo, e, de fato, já chegou, em que os verdadeiros adoradores vão adorar o Pai em espírito e em verdade. Pois são esses que o Pai quer que o adorem.” ‭‭(João‬ ‭4:10, 16-18, 23‬)

Destaque
  • 7 livros
  • LinkedIn ícone social
  • 10411954_685602844810247_333669641129231921_n
  • 105877862_3304579512893603_5748729188284
  • Litwin, Edith.
  • 11060882_418988858270919_2397584092961867947_n
  • Instagram
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon

© 2016 por Monica Campello. Escritora para a glória de Deus! Professora graças a Deus!