top of page

Ação de amar: ato de amor

AMAR NÃO É TÃO SIMPLES ASSIM, MAS DEUS É AMOR E SOMOS SEUS FILHOS.


Diz o ditado: “Filho de peixe, peixinho é”. Somos peixinhos de Deus! Puxamos ao Pai! Biblicamente, somos à imagem e semelhança de Deus; logo, somos capazes de amar seja quem for, seja o que for, mediante a sua justiça.


É Deus quem nos capacita para obedecermos à sua ordem. Deus é o nosso Senhor; todos os seus atributos se resumem na sua Lei do Amor — amor a Deus e amor ao próximo.


“A lei vale tanto para o estrangeiro quanto para o natural da terra. Eu sou o Senhor, o Deus de vocês”. (Lv 24‬:‭22‬).


Se temos o coração circuncidado pelo amor de Cristo, deixamos de ser estrangeiros e nos tornamos iguais. Isso implica em se querer bem reciprocamente visto que ninguém quer o mal de si próprio. 


A lei do amor ao próximo como a si mesmo deve ser aplicada por todos, independente do lugar, pois todos somos estrangeiros em terra alheia (Lv 19:34).


Deus é Amor! E a sua lei, a lei do amor, é a mais difícil de se praticar: em circunstâncias adversas ao nosso ser e pensar; em momentos de turbulência sentimental e emocional; fora da zona de conforto; porém, Deus providenciou previamente pela sua palavra a possibilidade de a colocar em prática a fim de que possamos corresponder à sua vontade, pois está escrito que tudo podemos em Cristo que nos fortalece (Fp 4:13).


Se e quando estamos em Cristo, exercitarmos a lei de Deus é um prazer para além da obrigação. O amor não é um fardo (Mt 11:30) porque quem carrega o nosso peso é Jesus, e, assim, tudo se torna leve e simples de gerenciar.


Ele nos dá sabedoria sobre como agir, o que falar, quando fazer, onde manifestar o amor sempre que lhe pedimos pelo desejo puro de amar. Nessa hora, não é necessário muitas palavras; apenas dizer “Eu te amo“ é o suficiente e pode trazer um sorriso aos lábios de quem não apenas ouve, mas escuta, pois a simples ação de escutar propicia no coração do próximo o coração do outro do próximo uma alegria sem par que preenche vazios e extirpa maus sentimentos.


Essas três simples palavras, providenciadas pela sabedoria de Deus após uma oração sincera por reconciliação, revelam o alcance de uma alegria profunda no coração de quem as transmite e de quem as recebe, e trazem consigo a esperança de um futuro melhor, de uma amizade acolhedora, mais forte que antes, desejosa de se manter fiel a cada instante a partir da reconciliação.


Eis a Lei do Amor de Deus ❤️🙏🏼😇



Destaque
bottom of page