top of page

Cristão de verdade não faz isso!

Sério ou Brincadeira, isso definitivamente “não é de Deus!”


ABRAÃO NÃO FARIA UMA COISA DESSAS! (Jo 8:40b).


Igualmente, se nem mesmo o Arcanjo Miguel, com todo seu poder e autoridade, atreveu-se a condenar o diabo, apenas dizendo que o Senhor o repreendesse (Jd 1:9), como pode alguém desejar a morte de outrem como forma de punição pautada em juízo temerário (Mt 7:1)?


“Desejar a morte do próximo é ir contra a vontade divina e uma prova clara de que você não tem amor ao próximo.”


Porém, quando sente o peso da responsabilidade das próprias palavras sobre o seus ombros, a tendência daquele que profere palavras de cunho criminoso é dizer: “Ah, eu falei isso de brincadeira!“

Mas observe o que diz a Bíblia Sagrada que o tal cristão parece seguir:


“Como o louco que lança de si faíscas, flechas e mortandades, assim é o homem que engana o seu próximo e diz: Fiz isso por brincadeira” (Pv 26‬:‭18‬-‭19‬).


É sério ou brincadeira? Não importa! Seja o que for, não há justificativa na Lei de Deus nem na lei dos homens, pois o peso dessas palavras se reflete na justiça divina e na justiça humana; é pesada na balança celestial e na terrena sem desculpas.


Com coisa séria não se brinca; a cada um cabe o ônus de sustentar as próprias afirmações quaisquer que sejam. Um destaque pertinente, pesado e interessante, a se refletir neste site:


“Satanismo, em geral, só existe como paródia ou contraponto ao cristianismo, e LaVey construiu toda sua carreira de celebridade em cima do truque de nunca deixar as pessoas saberem quando, ou se, ele estava falando sério.” <https://www.revistaquestaodeciencia.com.br/.../desejando...>


Assim como esse homem, ouvi de uma pessoa bolsonarista cristã praticante que “o Lula não vai tomar posse porque vai ser assassinado”.


Como pode um cristão falar uma coisa dessa com ar de desdém e profunda esperança de tal concretização das suas palavras?! É isso o que essa pessoa cristã ensina no seio da Igreja?!


Um verdadeiro praticante da Palavra jamais diria isso! (Ler acima e abaixo sobre o comportamento do nosso Pai na fé, Abraão). Seu oponente partidário, que o ouvia, também cristão, não ousou desejar o mesmo ao seu ídolo por questão de consciência em Cristo. Por que? Porque não se deve desejar a morte de ninguém, seja quem for. Deus nos ajude.


Falar essas coisas sobre um irmão não é algo prazeroso como forma de criticar, acusar, mas uma necessidade de alertar o irmão sobre o caminho pelo qual ele está se deixando enveredar, um caminho sem volta, pois, segundo as palavras de Jesus, “Não julguem os outros para vocês não serem julgados por Deus” (Mt 7:1). É mesmo uma tentativa pura de o levar a refletir sobre essa falha tão perigosa que pode lhe custar a comunhão com Deus e a própria salvação, considerando que se trata de um irmão em erro passível de correção pelo fiel desejo de se tornar agradável a Deus e, por fim, ser aprovado por Deus. Todo mundo erra, mas Deus em sua misericórdia perdoa aquele que se arrepende verdadeiramente. Então,


“Busquem o Senhor enquanto podem achá-lo; invoquem-no agora, enquanto ele está perto” (Is 55‬:‭6‬).


Textos bíblicos para leitura:


““Nosso pai é Abraão”, afirmaram eles. Disse Jesus: “Se vocês fossem filhos de Abrão, seguiriam o bom exemplo dele. Mas em vez disso, estão procurando matar-me — e tudo porque eu disse a vocês a verdade que ouvi de Deus. Abraão não faria uma coisa dessas! Vocês estão obedecendo ao seu pai quando agem dessa forma”. Eles responderam: “Nós não somos filhos ilegítimos. O único Pai que temos é o próprio Deus”. Jesus continuou: “Se Deus fosse o Pai de vocês, vocês me amariam, porque eu vim a vocês da parte de Deus. Eu não estou aqui por mim mesmo, mas foi ele que me enviou. Por que vocês não podem entender o que eu estou dizendo? É porque são impedidos de fazê-lo! “Vocês são filhos do seu pai, o Diabo, e gostam de realizar o desejo dele. Ele foi assassino desde o princípio, e também sempre odiou a verdade; não há nenhum sinal de verdade nele. Quando mente, isso lhe é perfeitamente normal; porque ele é mentiroso e pai da mentira. Assim sendo, quando eu falo a verdade, vocês naturalmente não creem em mim!” (Jo 8‬:‭39‬-‭45).


"Nem mesmo o arcanjo Miguel fez isso. Na discussão que teve com o Diabo, para decidir quem ia ficar com o corpo de Moisés, Miguel não se atreveu a condenar o Diabo com insultos, mas apenas disse: “Que o Senhor repreenda você!”” (Jd 1‬:‭9‬)




Destaque
bottom of page