“Deus é como orvalho para o seu povo” (Os 14:5).

Ele refresca a nossa alma quando se encontra seca e sem vigor por causa da nossa fraqueza emocional que é retratada por ciúmes, invejas, raivas, mágoas, desconfianças, aborrecimentos...

Destaque