O que podemos fazer que Deus não pode?!


Insistir em fazer o que Deus já admoestou a não fazer por causa de coisas que ele conhece e nós não, achar que nós podemos fazer tudo, que as nossas ações podem ajudar a resolver o problema, mesmo enfrentando situações complexas como rejeição, quando Deus já exortou a não fazer, é o mesmo que tentar a Deus. Se Deus já disse o que fazer, que é não fazer, está dito!


Quando limitados em nosso desejo de fazer, por causa de situações conhecidas e desconhecidas, a oração a Deus é o que podemos e devemos fazer. Através da nossa oração Deus opera o seu poder. Precisamos exercitar a nossa fé. Orar a Deus e interceder pelos outros a Deus não é pouca coisa!


Assim como Jesus diz, eu também digo: “porei no Senhor a minha confiança”.


🎶 Quero fazer valer tua palavra em mim pra que o doente tenha onde se curar🎶


As pessoas podem dizer que nossa oração não é o suficiente, que deveríamos estar mais presentes, mas como dizer que a nossa oração não é o suficiente se colocamos nossa preocupação, nosso pensamento, nosso desejo da vitória do outro nas tuas mãos, Senhor, nas mãos do Senhor que é Deus?!


Podemos não compreender os meios de Deus com profundo conhecimento de causa: “Por que Deus fez assim?” ou “Para que Deus fez isso?” ou “Por que Deus permitiu que isso acontecesse?”, mas o Senhor sabe o que faz. Eu sei que o Senhor sabe o que faz e sei que o Senhor sabe o que é o melhor para cada filho teu.


Sabemos, mas precisamos aprender a compreender os desígnios de Deus, ou, pelo menos, acatá-los, pois ele é Senhor sobre todas as coisas. Então, Senhor, ensina-nos a crer que a pessoa por quem oramos está nas tuas mãos, sob a tua vontade e o teu poder.


Seja feita a tua vontade que é perfeita, Senhor, e não a nossa, pois não podemos alcançar teus pensamentos pelo nosso limitado pensamento humano, a não ser que o Senhor no-los revele através do discernimento espiritual que somente o Senhor pode nos dar, e, assim, tornarmo-nos capazes de compreender teus propósitos.


Jesus aniquila o diabo pelos meios que nos tem revelado (Hb 2:14-18). Jesus socorre do jeito dele que, sem o devido discernimento espiritual, somos incapazes de compreender.


Jesus diz: “Porei minha confiança em Deus”. E ainda numa outra vez: “Vejam, aqui estou com os filhos que Deus me deu” (Hb‬ ‭2:13‬).


O Senhor intercedendo por nós.


Se o Senhor intercede por nós e nós somos à sua imagem e semelhança, porque também não podemos interceder pelos outros confiantes de que o Senhor atenderá a nossa oração e restabelecerá a vida do outro naquilo que lhe é necessário, naquilo de que precisa?


O Senhor ouve a nossa oração e nos responde, trazendo-nos a paz de que precisamos mediante a fé com que ele nos galardoa. Emunah.


Além de tudo isso, O que podemos fazer que Deus não pode?!


Insistir em fazer o que Deus já admoestou a não fazer por causa de coisas que ele conhece e nós não, achar que nós podemos fazer tudo, que as nossas ações podem ajudar a resolver o problema, mesmo enfrentando situações complexas como rejeição, quando Deus já exortou a não fazer, é o mesmo que tentar a Deus. Se Deus já disse o que fazer, que é não fazer, está dito!


Quando limitados em nosso desejo de fazer, por causa de situações conhecidas e desconhecidas, a oração a Deus é o que podemos e devemos fazer. Através da nossa oração Deus opera o seu poder. Precisamos exercitar a nossa fé. Orar a Deus e interceder pelos outros a Deus não é pouca coisa!


Assim como Jesus diz, eu também digo: “porei no Senhor a minha confiança”.


🎶 Quero fazer valer tua palavra em mim pra que o doente tenha onde se curar🎶


As pessoas podem dizer que nossa oração não é o suficiente, que deveríamos estar mais presentes, mas como dizer que a nossa oração não é o suficiente se colocamos nossa preocupação, nosso pensamento, nosso desejo da vitória do outro nas tuas mãos, Senhor, nas mãos do Senhor que é Deus?!


Podemos não compreender os meios de Deus com profundo conhecimento de causa: “Por que Deus fez assim?” ou “Para que Deus fez isso?” ou “Por que Deus permitiu que isso acontecesse?”, mas o Senhor sabe o que faz. Eu sei que o Senhor sabe o que faz e sei que o Senhor sabe o que é o melhor para cada filho teu.


Sabemos, mas precisamos aprender a compreender os desígnios de Deus, ou, pelo menos, acatá-los, pois ele é Senhor sobre todas as coisas. Então, Senhor, ensina-nos a crer que a pessoa por quem oramos está nas tuas mãos, sob a tua vontade e o teu poder.


Seja feita a tua vontade que é perfeita, Senhor, e não a nossa, pois não podemos alcançar teus pensamentos pelo nosso limitado pensamento humano, a não ser que o Senhor no-los revele através do discernimento espiritual que somente o Senhor pode nos dar, e, assim, tornarmo-nos capazes de compreender teus propósitos.


Jesus aniquila o diabo pelos meios que nos tem revelado (Hb 2:14-18). Jesus socorre do jeito dele que, sem o devido discernimento espiritual, somos incapazes de compreender.


Jesus diz: “Porei minha confiança em Deus”. E ainda numa outra vez: “Vejam, aqui estou com os filhos que Deus me deu” (Hb‬ ‭2:13‬).


O Senhor intercedendo por nós.


Se o Senhor intercede por nós e nós somos à sua imagem e semelhança, porque também não podemos interceder pelos outros confiantes de que o Senhor atenderá a nossa oração e restabelecerá a vida do outro naquilo que lhe é necessário, naquilo de que precisa?


O Senhor ouve a nossa oração e nos responde, trazendo-nos a paz de que precisamos mediante a fé com que ele nos galardoa. Emunah.


Além de tudo isso, “Tenham no coração de vocês respeito por Cristo e o tratem como Senhor. Estejam sempre prontos para responder a qualquer pessoa que pedir que expliquem a esperança que vocês têm. Porém façam isso com educação e respeito. Tenham sempre a consciência limpa. Assim, quando vocês forem insultados, os que falarem mal da boa conduta de vocês como seguidores de Cristo ficarão envergonhados” (‭‭1 Pe‬ ‭3:15-16).

Destaque