PRESTA ATENÇÃO! SE LIGA!

Não negligenciar a hora da bênção nem a hora da adversidade.

Como somos à semelhança de Deus, devemos imitá-lo. Deus não dorme (Sl 121:3,4). Da mesma forma, precisamos estar despertos em todos os momentos, de luta e de paz.

“Na presença de Deus, prontos para ouvir” (At 10:33).

Será que estamos mesmo prontos para ouvir?! Será que não estamos sonolentos como os discípulos na noite em que Jesus foi traído?! Será que estamos prontos para receber a bênção do Senhor a qual ele quer nos revelar?!

Queremos tanto receber uma bênção do Senhor, mas quando ele fala para ficarmos alertas, ficarmos atentos, ficarmos despertos para ouvir a sua voz, até parece que não queremos a bênção porque negligenciamos a instrução e nos deixamos levar pelo sono (Mt 23:40,43,45) — o sono da irreverência, da falta de zelo com a palavra de Deus, da falta de atenção à sua voz, da força do corpo acima do espírito, pelo que nos deixamos vencer.

Quando despertamos, não conseguimos nos lembrar do que Deus falou, mas ele de nada se esquece, ainda mais se tratando de suas promessas que são feitas com base na sua palavra que jamais volta vazia (Is 55:11), independentemente de termos ouvido ou não; a sua palavra é a sua palavra e por causa da sua fidelidade (Dt 7:9; Sl 33:4; Sl 88:34; 1 Co 1:9; Hb 10:23; 1 Jo 1:9) ela se cumpre, e na hora do seu cumprimento teremos a certeza de que foi Deus quem a realizou.

Então, pedimos perdão ao Senhor, e temos a plena convicção de que ele nos perdoa (At 10:43), e que, apesar de tudo, nós não perdemos as bênçãos, graças a Deus. Mas precisamos ser responsáveis com as coisas de Deus, não as negligenciando, mas tendo o cuidado de cuidar das coisas de Deus.

Obrigada, Senhor, pela garantia de que a bênção que o Senhor deu para mim ninguém nem nada pode tirar.


Destaque