Que lobo você alimenta?

“Aquela pessoa que planta para satisfazer sua natureza pecadora, da sua natureza pecadora vai colher a morte eterna. Mas aquela pessoa que planta para agradar o Espírito, do Espírito receberá a vida eterna” (Gl‬ ‭6:8‬).


A fábula dos dois lobos

“Um homem sábio, em seus conflitos internos, chegou à conclusão de que dentro dele havia dois lobos: um, bom e dócil; outro, mau e cruel, e eles brigavam constantemente. Certo dia, perguntaram ao sábio qual dos dois animais venceria a batalha; então, ele parou, refletiu e respondeu: ‘Aquele que eu alimentar.’”


Moral: depende unicamente da pessoa ser boa ou má ou se tornar melhor ou pior diante desse duelo interno cotidiano que revela a sua dualidade ontológica natural em que há de predominar sua evolução ou involução. Somente um lado lobo prevalecerá. Qual? Você decide.



Destaque