Seja crente, não incrédulo!

Um ruído de garganta estranho soava na nossa varanda de manhã bem cedo, igualzinho ao som que a nossa Bless costuma emitir quando fica com o choro preso, fazendo charminho pra chamar a atenção.


Quando comentei sobre isso com meu marido, ele disse que era um gavião


Não acreditei, mas ele disse que conhece bem o seu canto quando está caçando alguma avezinha, e por aqui há muitos pássaros


Então lhe respondi: “Sou kinem Tomé; tenho de ver pra crer”. Mas na mesma hora estranhei minha própria fala porque nunca dissera aquilo, e logo tentei consertá-la, pois minha mente me acusou de incredulidade (Rm 14:22). E eu acabei me esquecendo do que dissera, mas Deus não esqueceu.


Mais tarde, conversando com Deus, abri a bíblia para ler e li exatamente este versículo:


“Se eu não vir, não vou crer” (Jo 20:25).


Nos versículos seguintes, Jesus saúda os discípulos com a sua paz, e adverte Tomé, dizendo: “Não sejas incrédulo, mas crente!”


Ao ler sobre o mesmo texto bíblico que parafraseei pela manhã, percebi que Deus está falando e eu só preciso acreditar. Ele vai cumprir. Ele está cuidando de tudo. Emunah.


Ser crente é crer em Deus e na sua palavra.



Destaque