2. dez, 2014

Certos homens

Lv 16:13,17.

O sacrifício pelo próprio sumo sacerdote.

v. 13 – Para que não morra – o homem é impuro, seja ele quem for, para entrar no santuário de Deus, mas os escolhidos dele são por ele abençoados para fazer o serviço no seu Reino. Então me perguntei: Se todo homem é impuro, como o sacerdote entrava no santuário?, e entendi que ele entrava justamente por ser escolhido e era santificado por Deus para que não morresse; se não, quem faria expiação pelos pecados do povo?

v. 17 – E nenhum homem estará na tenda da congtegação – aqui a palavra de Deus tocou profunda e esclarecidamente o meu coração para que eu pudesse entender os meus próprios sentimentos com relação a certos homens.

Ontem à noite, orei ao Senhor para que me livrasse dos sentimentos de compaixão de certo homem pelo que ele vem sofrendo pelo fato de entender que ele não merece tal sentimento da minha parte devido às coisas ruins que ele vem fazendo ao longo dos anos, o que muitas pessoas vêm perdoando, mas sem obter uma resposta condigna.

Trata-se de um homem que, por mais que se façam coisas boas para ele, por mais que se pratique a bondade em favor dele, de nada adianta, pois ele não muda, não melhora, e comete sempre os mesmos erros.

No dia do seu aniversário, dei-lhe os parabéns numa rede social onde no dia seguinte na mesma rede social ele escreveu palavras que me desagradaram, palavras injustas que não condiziam com a verdade, chamando várias pessoas para participarem de um assunto que nada tinha a ver com elas, pois nem sequer sabem o que está de fato acontecendo. Isso é suficiente para levá-las a pensar mal de mim e das outras pessoas que ele estava acusando injustamente, como se estivesse descobrindo a nossa nudez, e para nos defendermos deveríamos nos expor diante daquele público que nada tinha a ver com os nossos problemas e que nada poderiam fazer para nos ajudar em coisa alguma. Portanto, nada podíamos fazer além de permanecermos calados.

Ele não pensou em nenhum de nós, como nunca pensa. Apesar de tudo, a gente sempre busca uma melhor solução para as nossas adversidades de modo a não comprometer ou ferir ninguém, e por isso mesmo não devemos falar mentiras, acusar ninguém injustamente. Esse foi o meu pensamento: "Não posso dizer que ele fez isso, mas não me lembro de ele tê-lo feito". Logo, assim como eu, os outros também, não dissemos que o que ele escreveu foi falso, mas não lembramos do que ele escreveu. Uma das piores coisas na vida é acusar alguém pelo que a gente deduz, desconsiderando o que realmente é. Por que não buscar uma explicação que corresponda à verdade antes de acusar sem conhecer a verdade?

Mais uma vez me decepciono e isso constantemente. Cheguei a me arrepender de ter dado os parabéns a ele, pois não merece a minha consideração. Só que isso foi ontem, e como sempre, no dia seguinte, a minha decepção é como se passasse e eu voltasse a ter compaixão dele e por isso sofro continuamente. E Deus está vendo tudo e sabe exatamente o que eu sinto. E então o Senhor me disse: "Senta agora e leia a minha palavra e entenda o que vou te dizer".

Certos homens se aproveitam da palavra de Deus para parecer santo aos olhos de quem não conhece a verdade das coisas. E comecei a ler, e quando cheguei ao v. 17 NENHUM HOMEM ESTARÁ NA TENDA DA CONGREGAÇÃO, essa palavra me tocou profundamente e imediatamente lembrei de um outro homem que por um longo período servira a Deus em determinada congregação, e num dia de um evento muito importante na igreja, fui para o lugar onde ele normalmente ficava e ele não estava lá; eu falaria com ele naturalemnte, pois me sentia livre de raiva ou qualquer sentimento negativo contra ele pelas acusações que vinha sofrendo por alguns feitos ruins que cometera, mas ele não estava lá; então, guardei o meu sentimento para mim até que o avistei em outro local com outras pessoas, e entendi que naquele dia em que provavelmente ele seria desligado de seu cargo e posição, eu estava com o coraçao consternado, porém sentindo paz e carinho pela sua pessoa, independente das coiasas que ele tivesse feito, como um sentmento de amor puro e sincero que não mede ou pesa os maus feitos, mas que olha o ser humano como alguém, como uma pesoa que a gente pode compreender que é um ser humano que erra. E aí percebi que aquele certo homem de quem falei no início estava na mesma situação e patamar desse último. Pessoas que de fato fazem mal a muita gente, que fazem as pessoas sofrerem, chorarem, e continuam errando, e se aproveitando da palavra de Deus para parecerem bonzinhos, mas na verdade não são; são fariseus e hipócritas.

 

Aí entendi de Deus, como Deus falando ao meu coração, que ele recebeu o meu pedido, mas que não podia me atender o pedido de tirar do meu coração o sentimento de compaixão por certo homem porque é um sentimento bom e puro, que ele não pode tirar esse sentimento de mim, mas que podia me fazer entender o sentimento. Sinto isso porque amo e ele não pode tirar o amor do meu coração, mas preciso entender que aqueles que amo são fariseus e hipócrtitas, que não são verdadeiros para com ele e se aproveitam de suas palavras. Aprendi que não posso deixar de amar, mas preciso compreender aqueles que amo, pois são pessoass que não querem a salvação do Senhor, mas querem apenas se aproveitar dele para ficarem bem diante dos homens, não se importando em observar os seus mandamentos e preceitos.

Amar eu devo continuar amando, mas sabendo que esses que amo são ímpios, homens maus, lobos em pele de cordeiro  que de fato não merecem o meu amor, mas eu não posso deixar de amá-los. O fato de eu amar não quer dizer que eles vão mudar, mas eu não posso mudar meu modo de ser ou desejar deixar de amar por causa deles; o meu amor não os modifica do mesmo modo que o mal deles não deve me modificar, mudar meu modo de ser. Então, devo continuar amando, mas sabendo quem eles de fato são, de modo que eu não fique esperando deles coisa boa a fim de que eu não venha a me decepcionar e sofrer por causa disso. Assim, mediante esse entendimento, o que eles vierem a fazer não deve me causar dor, pois sei quem estou amando.

Ai pensei eu: "Mas eu também não sou nenhuma santa, não sou boa", ao que Deus me respondeu que eu sou um "homem" comum como aqueles que não podem adentrar a congregação santa por causa da impureza, mas que pelo menos eu sempre que erro procuro me corrigir e me arrependo e busco a Deus em espírito e em verdade com esse propósito firme. Essa é a diferença entre os que verdadeiramente servem e os que não servem a Deus. Todos somos impuros, mas os nosso atos de arependimento nos ajudam a nos purificar. Por isso, nenhum homem, mas o sumo sacerdote como homem, era purificado por Deus para o seu serviço, e assim ocorre com muitos de nós que servimos a Deus com sinceridade e fidelidade.

Daí, entendi que realmente esses dois homens por quem sinto compaixão - como o caso daquele certo homem por quem sinto contínua compaixão - são hipócritas e não merecem que eu sofra por eles; posso amá-los, mas não sofrer por eles por saber quem são.

Obrigada, Senhor. Amém! Aleluia!

  • 7 livros
  • LinkedIn ícone social
  • 10411954_685602844810247_333669641129231921_n
  • 105877862_3304579512893603_5748729188284
  • Litwin, Edith.
  • 11060882_418988858270919_2397584092961867947_n
  • Instagram
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon

© 2016 por Monica Campello. Escritora para a glória de Deus! Professora graças a Deus!