© 2016 por Monica Campello. Escritora para a glória de Deus!

  • 10411954_685602844810247_333669641129231921_n
  • 11060882_418988858270919_2397584092961867947_n
  • 12036535_1673158749594699_5900628048313839229_n
  • 4vertical
  • palavras face
  • oie_gGxu4nef26VX
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon
  • Instagram Social Icon

🙏🏽😭🙏🏽😁
Chore, mas ore.
Você pode e deve chorar, mas quando chorar, lembre-se de orar.
Em meio ao choro, faça oração.
Durante a oração, derrame suas lágrimas.

Quer dizer, não é apenas chorar, mas também orar.
chORAR e ORAR.
O choro leva à oração aquele que tem fé. E a fé se manifesta sempre, principalmente em meio à tristeza.

Devemos procurar a Deus quando precisamos, sempre que precisarmos, e quando pensamos que não precisamos, porque na verdade sempre precisamos de Deus, e logicamente Deus jamais vai considerar um abuso ou incômodo uma oração de um filho seu, pois está escrito na Bíblia que ele sempre ouvirá a súplica do justo.

Talvez uma pessoa pense que não precisa de Deus porque está bem no casamento, porque está bem nos negócios, porque está bem no emprego, porque está bem na sociedade, porque tem tudo de que precisa. Mas assim mesmo, tendo tudo isso, se ela não tiver Deus, ela morre, porque Deus é quem sopra o fôlego de vida na suas narinas; portanto, sem ele ninguém pode fazer nada. Por isso está escrito: "Sem mim, nada podeis fazer (Jo 15:5)."

Logo, todos nós precisamos de Deus. Se está triste, busque a Deus. Se está alegre, busque a Deus. Busque a Deus sempre, em todas as circunstâncias, posto que Deus responde àqueles que o buscam de todo o coração.

Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo.
Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus;
Porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos.

Pois, se amardes os que vos amam, que galardão tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo?
E, se saudardes unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim?
Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus.
Mateus 5:43-48

 

Orando pelos inimigos

 

Momento de oração

Todo ser humano tem um sensor de empatia ou indiferença.

Deus dotou o homem de sabedoria e inteligência. O homem espiritual discerne as coisas pela primeira; o natural discerne as coisas pela segunda. O primeiro concebe o entendimento da própria vida com relação aos outros; o segundo, com relação a si mesmo.

A sabedoria vai no profundo da alma para esclarecer verdades. A inteligência vai no superficial da alma para analisar verdades. A primeira sonda sentimentos e intenções; a segunda avalia o significado das coisas.

Hoje senti que precisava orar pelos meus inimigos:

"Senhor, venho nesta hora orar pelos inimigos que fiz conscientemente ou involuntariamente. Aos que feri, peço que o Senhor me perdoe e me mostre as minhas falhas para que eu possa me corrigir e também lhes peça perdão. Que possam me perdoar.

Aos que se fizeram contra mim gratuitamente ou por não entender meus motivos, quero te pedir que os faça compreender que tudo o que eu penso e sobre isso falo ou escrevo o faço com o propósito de propagar o teu Reino para que possam desfrutar da tua liberdade, para que não sejam mais cativos da própria obstinação em resistir à tua voz.

Peço-te que os meus inimigos venham a saber que sou sua amiga e não inimiga porquanto sou criatura do Senhor assim como eles. Desejo que eles saibam e creiam que os amo e lhes quero bem não com sentimento cristão profissional ou artificial de linguagem "jargonizada" - "Tudo o que seu mestre mandar, faremos todos", um sentimento imposto ou uma brincadeira -, mas como alguém que ouve a voz de Deus e sente no coração uma vontade fiel de compartilhar o amor que dele recebe.

Que possam compreender que tudo o que quero lhes transmitir é a fé que recebi do Senhor quando o busquei e o encontrei em meio à dor e à tristeza da alma; a fé que me ajudou a vencer a mim mesma e as muitas dificuldades da vida como nada nem ninguém antes de ti pôde fazer por mim; a fé que o Senhor me permitiu desenvolver ao longo dos anos em face de tantas experiências desagradáveis que vivi e que tanto me fizeram sofrer, diferentemente do que teria sido se eu já tivesse conhecido o Senhor antes que acontecessem.

Que acreditem no meu sincero desejo de que o bem que recebi do Senhor também tenham a oportunidade de receber.

Por tudo isso e muito mais de tão bom concernente a uma comunhão com o Senhor é que falo e escrevo com o abnegado objetivo de poder ajudar OS QUE QUEREM AJUDA, de modo que sejam estimulados a restabelecer com Deus a relação que uma vez se perdeu ou estabelecer com ele uma relação que talvez nunca tenha sido experimentada.

 

Pai, quero concluir essa oração com mais um pedido: que respeitem a minha oração! Amém!♥