Profecia e Serviço

"Mas de nada faço questão, nem tenho a minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira, e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus" (Atos 20:24).

Promessa de efusão do Espírito:

"E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões" (Jl 2:28).

"E também do meu Espírito derramarei sobre os meus servos e as minhas servas naqueles dias, e profetizarão" (Atos 2:18).

*Profetizar: levar o ponto de vista de Deus aos assuntos da terra. O profeta é aquele que vê e fala por Deus.

*A profecia não deve servir para parar o plano do crente (At 21:11) em Deus quando ela seja sobre algo ruim, mas para ele saber o que vai acontecer de bom depois dela cumprida; a profecia não é para desanimar, mas para fazer saber que Deus está no controle de tudo e o resultado final será satisfatório que ocasiona a oportunidade de conquistas no Reino para a glória de Deus.

*O crente - não apenas o que acredita em Deus, mas, principalmente, o que o segue em espírito, verdade e obediência - é ungido por Deus para ser sacerdote e rei diante de Deus.

"Procurai com zelo os melhores dons; e eu vos mostrarei um caminho mais excelente. Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria" (1 Co 12:31; 13:1,2).

"Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós" (2 Co 4:7).

*Vasos de barro são fracos. Todavia, apesar de sua fraca humanidade, o homem - vaso de barro na mão do Oleiro - pode tornar-se um instrumento do poder de Deus.

"E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo. Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte" (2 Co 12:9,10).

"e a outro o dom de discernir os espíritos" (1 Co 12:10).

"Segui o amor, e procurai com zelo os dons espirituais, mas principalmente o de profetizar" (1 Co 14:1).

Destaque
  • 7 livros
  • LinkedIn ícone social
  • 10411954_685602844810247_333669641129231921_n
  • 105877862_3304579512893603_5748729188284
  • Litwin, Edith.
  • 11060882_418988858270919_2397584092961867947_n
  • Instagram
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon

© 2016 por Monica Campello. Escritora para a glória de Deus! Professora graças a Deus!