Seja esperto!

O mau muitas vezes se disfarça — de bom, de amigo, de companheiro, de inocente etc. — para desviar de si, em direção a outrem, as forças do mal que naturalmente o

encontrariam e o aplacariam. Mas nem sempre isso funciona; de uma maneira ou de outra, o mal acaba encontrando o mau.

Destaque