Descanse em paz, VIVO!!!


Quando dormir demais não é preguiça, mas providência de Deus que não entendemos.

Há preguiçoso de fato: “Vai ter com a formiga, ó preguiçoso” (Pv‬ ‭6:6‬). Mas nem sempre um descanso vital deve ser encarado como preguiça. A mente e o corpo precisam desse descanso que não deve ser negligenciado, pois é certo que garante a força necessária para a realização profícua de determinadas atividades do dia.

“O teu Deus ordenou a tua força; confirma, ó Deus, o que já realizaste por nós. O Deus de Israel é o que dá fortaleza e poder ao seu povo. Bendito seja Deus!”‬ ‭(Sl‬ ‭68:28,35‬).

Às vezes, alguém se sente culpado como um preguiçoso que parece não ter obrigações a cumprir. E dorme até tarde, enrolando na cama pra lá e pra cá, acordado e querendo dormir mais. E quando se levanta, já com muito tempo desperdiçado, lamenta o desleixo, a negligência com os afazeres e missão e já não dá para recuperar o tempo perdido. E, então, pede perdão a Deus e por libertação desse estado de indolência.

Mas Deus o conforta, dizendo que era necessário dormir um pouco mais porque você precisava daquele sono restaurador. Às vezes, pensamos que algo é o melhor para nós, mas somente Deus sabe o que é o melhor para nós.

Os nossos meios não superam os meios de Deus jamais. Se tivesse acordado cedo, poderia não dispor da inspiração que Deus lhe dá após acordar mais tarde. Pensamos que o nosso entendimento é o correto, mas é o Senhor que conhece as nossas necessidades. Só depois que o Senhor as provê é que entendemos com clareza a providência de Deus. Deus sabe de todas as coisas.

Quem dá fortaleza e poder ao servo de Deus é o próprio Deus. Acordar antes da hora (esforço humano) para realizar tarefas sob estado de sono não garante que serão bem sucedidas, mas acordar na hora providencial de Deus (providência divina) é garantia certa de sucesso em todas as coisas a serem realizadas.

Destaque