Jesus condena?

Jesus não admitia discriminações nem preconceitos. Ele disse: “Venha a mim como você está”; “Atire pedra quem não tem pecado”.

Mas ele também disse: “Vá e não peque mais para que algo pior não lhe sobrevenha após a sua libertação”.

Assim, lembramos: “Feliz é o homem que não se condena naquilo que aprova” (Rm 14:22). Ou seja, Jesus não condena a pessoa, mas a adverte a sondar a própria mente a fim de saber se tem pecado. E, ao reconhecer que o tem, que acate sua exortação de “não pecar mais”.

Logo, Jesus não discrimina, não rejeita, mas não aceita o pecado; contudo, deixa-nos livres para continuarmos no pecado ou não. A decisão compete a nós assim como a responsabilidade da escolha com suas consequências.

Quando Jesus diz “Não peque mais”, ele dá uma ordem que cabe a nós obedecer ou não. Deus jamais será culpado pelas nossas decisões ou escolhas.

É isso o que muitos ainda não aprenderam de Jesus! Ele não condena ninguém, mas condena qualquer pecado. Eu estou em pecado? Eu sei quando estou em pecado, mas eu quero “não pecar mais”? Eu me condena pelo que faço? Se há um incômodo na minha mente, então não devo me acomodar no pecado.


Destaque
  • 7 livros
  • LinkedIn ícone social
  • 10411954_685602844810247_333669641129231921_n
  • 105877862_3304579512893603_5748729188284
  • Litwin, Edith.
  • 11060882_418988858270919_2397584092961867947_n
  • Instagram
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon

© 2016 por Monica Campello. Escritora para a glória de Deus! Professora graças a Deus!