Tem culpa eu? Com essa cacofonia tem!!!

De quem é a culpa?

“Eis que lhe dou a minha aliança de paz” (Nm‬ ‭25:12‬).

Há toda uma história nossa antes de Deus nos dizer que faz conosco uma aliança de paz. É necessário que estejamos em comunhão com ele para recebermos a sua promessa. Qualquer mal que nos sobrevenha por causa dos nossos próprios atos é de responsabilidade nossa de modo que não se pode atribuir qualquer culpa a Deus.

Deus tem queixas contra o seu povo que tolera em seu meio doutrinas que divergem da sua verdade, levando o seu povo a tropeçar em vários tipos de pecados: adoração a deuses estranhos como imagens, apego a objetos místicos como amuletos de proteção, ganância por dinheiro no seio da própria igreja como cobrança de dízimos e ofertas para suprir o próprio bolso do líder, imoralidade sexual como a fornicação e adultério e ações afins. (Ap 2:14)

“Com todos esses atos, provocaram a ira do Senhor, por isso uma praga se espalhou entre eles” (Sl‬ ‭106:29). Deus é Deus e dele emana todo poder pelo que sua justiça recai sobre todo aquele que pratica o bem ou o mal. E é preciso entender que essa justiça é estabelecida segundo as ações de cada um que é responsável pelos seus próprios atos.‭

Os servos de Deus que trabalham na igreja deveriam guardar o conhecimento de Deus para o povo aprender as suas leis, orientando-os como idôneos mensageiros do Senhor. No entanto , deixam os caminhos do Senhor, levando muitos do seu povo a cair no pecado. Quebram a aliança de Deus ao lhe desobedecerem por pregarem sua palavra inadvertidamente, de modo que todos quebram a verdade divina conforme registrada nas Escrituras Sagradas. Assim, não aceitam repreensão e, consequentemente, não têm capacidade para repreender qualquer um que se desvirtue da palavra de Deus. (Ml‬ ‭2:4-9‬).

É por causa das más ações do homem que Deus envia seu anjo destruidor. Todas essas coisas sucedem às pessoas como lições objetivas para as advertir contra a sua prática, para que sirvam de aviso ao povo de Deus. Pois os tempos estão chegando ao fim. Portanto, cuidado. (1 Cor‬ ‭10:8-13‬).

Destaque